adaptação

Adaptação: essencial à sobrevivência das empresas

Tempos de crise como este que vivemos são sempre momentos delicados para as pessoas e, por consequência, para as empresas. A pandemia do novo coronavírus tornou necessária a tomada de medidas de restrição para proteger a saúde da população. No entanto, estas ações já estão afetando a economia global e transformando o cotidiano das organizações. E o que essa crise mais exige das empresas? Adaptação! 

O surgimento e avanço do Covid-19 pelo mundo irá provocar um impacto econômico gigantesco para as empresas. São em tempos de crise externa que percebemos a importância de ter um plano B. Mas, como “pensar fora da caixa” neste momento? A palavra-chave é adaptação, as organizações devem se adequar a essa realidade atual e, a partir do entendimento da mudança no comportamento dos clientes e colaboradores, traçar novas estratégias.  

Primeiramente, a adaptação das empresas em tempos de pandemia do novo coronavírus demanda um olhar cuidadoso para o planejamento. É preciso levar em consideração uma série de fatores como a queda no fluxo de clientes e a redução no faturamento, por exemplo. Por isso, muitas organizações já estão revendo os seus fluxos de caixa e mapeando os gastos que podem ser cortados. Mas como ficam aqueles que são a “cara da empresa”? Como amenizar o sentimento de medo dos colaboradores neste momento?

Neste instante inicial das medidas de restrição, as prioridades devem ser a saúde dos colaboradores a fim de evitar o contágio pelo Covid-19 e a comunicação. O  home office e o maior uso de videoconferências são dois recursos que as empresas estão utilizando nos dias atuais para tentar manter o funcionamento dos negócios. Além disso, a comunicação e transmissão de informações certas e de fonte segura são fundamentais em todos os momentos de crise. A tecnologia se tornou uma ótima aliada nestes tempos difíceis de adaptação das organizações. 

Contudo, é essencial ter cuidado para não gerar um estresse desnecessário e desmotivar os colaboradores neste momento. O andamento das tarefas feitas online e em casa não deve ser acompanhado de uma maneira rígida ao extremo. O que deve importar é o resultado final, é o que o funcionário entrega. Estabeleça metas e prazos, mas não exija que o colaborador fique online o tempo inteiro para comprovar que ele está trabalhando. A pressão em excesso não é adequada ao momento que estamos vivendo. Uma outra dica é concentrar o diálogo entre gestores e liderados em poucos canais de comunicação para que a interação seja mais eficiente. 

Agora, é preciso enxergar a realidade sob outro prisma para não sucumbir ao sentimento de desespero. A crise é grave, mas é o momento também de tentar enxergar oportunidades e eu posso te ajudar nesta tarefa! 

Ofereço palestras motivacionais e crio projetos educacionais tendo em vista o perfil de cada organização, seus objetivos e o perfil dos colaboradores. É tudo personalizado para cada empresa!  Tenho uma ampla experiência corporativa e acadêmica, você pode conferir tudo isso no meu site! Vamos agendar uma conversa sem compromisso por call ou videoconferência? Entre já em contato comigo e me conte os seus planos que nós construímos a palestra que vai engajar e tranquilizar o seu público interno neste momento!    


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat